30 de outubro de 2008

Só pra constar...

A distância do teu corpo do meu não significa nada
A distancia da tua língua na minha orelha significa tudo
Tudo desse fogo q me consome
Se eu quiser vc me come?
Só pra rimar, vontade louca de te ter no mar
Pra fazer cena, trepo contigo até em novena
Piada, isso não leva a nada...

Do fundo do baú!!! Achei n'uns rascunhos do século passado!!!

14 comentários:

Bananão disse...

31.

Anderson disse...

Muito bom! O que você escreve obriga o leitor a contextualizar, imaginar o acontecimento. Considerando que isso é LITERALMENTE do século passado, lembrei de um episódio:

[modo saudosista on]
Lembra, um dia, em sua casa lá em Natal, que você me mostrou um papel, uma lista, codificada?
Você não sabia brincar: nem me deu tempo de decifrar. Talvez eu nunca descobrisse o conteúdo...
[/modo saudosista off]

Tire mais coisas assim desse tal baú.

DIZDIZENDO disse...

E eu ainda tenho essa lista!!!!!!!
=D

Cleyton disse...

Adoro esse despudor.
E vc já tem meu número de telefone? rsrsrrsrs

Girotto disse...

Não me acostumei ao fato de que já tenho idade pra ler essas coisas. Adorei.

Abraços

Fernando Ramos disse...

Potyra, esse Didizendo anda indecente, hein? Eu gosto! Hehehe.

Mas me diga: Cicarelli foi aluna ou professora?

Anônimo disse...

baixariaaa

DIZDIZENDO disse...

Tá vendo meu povo???
Sem unanimidades neste blog...

:)

minicontosperversos disse...

Sensacional. Coisas do fundo do baú às vezes surpreendem.

Essa tua dava letra de blues. Se emprestar a gente musica.

Apriveitando... Nosso cartão de fim de ano, como era de se imaginar, está lá no blog.
Espero que você goste!
Beijo!

http://minicontosperversos.blogspot.com/

Cleyton disse...

caraléo, escreve, escreve.

Cleyton disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cleyton disse...

Passe no meu blog. Fiz uma dedicatória a você. Espero que aceite.

Daniel Cisneiros disse...

Seguindo por indicação do Cleyton!
Adorei essa seu modo de poetar, que beira o erótico, mas sem perder o romantismo, a sutileza e, de certo modo, um pouco de humor negro.

E a prosa, gostosa e divertida.
Vou acompanhar!
:D

Daniel Cisneiros disse...

Passa no meu blog que deixei um selo pra você.
Abração!
^^